Refinação do petróleo - Royal FIC

refinacao-do-petroleo

Refinação do petróleo

31 março de 2017

Recurso natural fundamental para nosso planeta, o petróleo quando extraído, em estado bruto, precisa ser refinado antes da sua comercialização como combustível para postos e consumidores finais. Esse processo passa por uma série de tratamentos físicos e químicos.

O objetivo principal da refinação é separar o petróleo bruto em diversos componentes, conhecidos como derivados.

ESTE PROCESSO TEM AS SEGUINTES ETAPAS:

A primeira delas é submeter o petróleo bruto à destilação fracionada. Nessa técnica o petróleo bruto é aquecido e levado à parte inferior de uma torre denominada “torre de fracionamento ou coluna de destilação”.

• Quando o petróleo atinge a temperatura de ebulição, os vapores liberados sobem pela coluna através de tubos soldados até chegarem aos pratos. Ali eles são cobertos por campânulas, quando os vapores borbulham através do líquido que há nos pratos.

• Os componentes mais voláteis do petróleo sobem continuamente pela coluna de fracionamento em direção ao topo dela, que é a parte mais fria, até condensarem. A destilação é basicamente uma separação física das diferentes substâncias misturadas no petróleo bruto.

• Outra etapa é chamada “processo de Cracking”, onde as maiores moléculas das substâncias pesadas se decompõem pelo calor e/ou por catálise, para obter produtos como o óleo combustível pesado, que futuramente se transforma em gasolina.

• A última etapa do refino do petróleo é a reforma catalítica (reforming). Como o próprio nome diz, o objetivo é “reformar ou reestruturar” as moléculas, transformando cadeias normais de hidrocarbonetos em cadeias ramificadas, cíclicas e aromáticas.

Interessante saber que o tipo do petróleo depende do local de onde ele é extraído, ou seja, sua origem geológica. Por isso, as refinarias também identificam os tipos do produto.

Existem petróleos leves e claros, como é o caso da gasolina, e outros de tonalidades marrons, amarelas, verdes, pretas e verde-escuras. Nas refinarias, o petróleo é recolhido em tanques de armazenamento após ser transportado via marítima ou terrestre. Em estado natural, o petróleo é uma mistura de hidrocarbonetos. Ele é composto de diversos tipos de moléculas formadas por átomos de hidrogênio e de carbono.

Fonte: Mundo Educação