O diesel S500 pode prejudicar o motor de veículos mais novos? Confira! - Royal FIC

O diesel S500 pode prejudicar o motor de veículos mais novos? Confira!

O diesel S500 pode prejudicar o motor de veículos mais novos? Confira!

03 abril de 2020

Se você tem um veículo movido a diesel fabricado depois de 2012 é melhor não abastecer com S500. Mais conhecido como diesel comum, ele é um combustível mais poluente que o S10 por ter em sua concentração de 500 mg/kg ou PPM – partes por milhão – de teor máximo de enxofre. A aplicação dele é em veículos com motores de combustão interna e ignição por compressão como furgões, vans, ônibus e caminhões.

Por ser mais poluente, em 2013, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) publicou resolução para substituí-lo pelo S10, que traz componentes menos nocivos ao meio ambiente. Por isso, os motores mais novos possuem tecnologia preparada para receber o S10. Agora se você insistir e querer usar o S500, vai ter problemas e riscos no motor. E mais, vai ter também problemas com lei também. Quer saber por quê?

Pense três vezes antes de usar o S500 em seu veículo mais novo!

Há pelo menos três razões para convencer você a não usar o diesel S500 em seu carro, se ele for fabricado depois de 2012. Vamos a elas!

1) Catalizador danificado

O diesel S500 tem alto índice de enxofre e isso pode danificar o filtro dos catalizadores, podendo levar a paralisação de todo o sistema.

2) Ignição atrasada

Imagine você de manhã com pressa para ir trabalhar e seu motor resolve não dar a partida! Se ele for novo e você o abasteceu com diesel S500, isso pode acontecer por conta do índice de cetato presente no diesel e que determina o melhor desempenho na ignição e combustão do veículo. E neste ponto o diesel S500 possui um índice de 42, considerado baixo em relação ao S10, que tem 48. Resumindo: vai demorar pra você ligar seu veículo. Quer pagar pra ver?

3) S500 em motores EGR? Pode isso?

Os modelos depois de 2012 possuem uma tecnologia adequada e preparada para receber o diesel S10. Eles possuem um dispositivo chamado EGR (Recirculação dos Gases de Escape) que é onde ocorre a reação do enxofre com a água e o calor, o que resulta na formação de ácido sulfúrico.

Como o S500 possui alto teor de enxofre, mais ácido sulfúrico será liberado, podendo corroer os componentes internos e danificar o motor.

Usar S500 em veículos novos é crime ambiental?

É mesmo séria a utilização de diesel S500 em modelos mais novos. Além de ter o motor danificado, você pode ter problemas com a lei. Isso porque a prática é proibida e pode ser considerada crime ambiental. E a pena é pesada. De acordo com o Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), a penalização pode ser de um a quatro anos de reclusão, e mais: o autor da ação terá que ser encaminhado à Polícia Civil da Comarca onde foi autuado no flagrante.

Não dá para brincar com isso, não é? Portanto se você possui um veículo, seja caminhão ou ônibus, não há problema em abastecer com diesel S500. Mas lembre-se. Isso só poderá ser feito se ele for mais velho que 2012. Combinado?





×

Olá, bem vindo(a) à Royal FIC. Como podemos te ajudar?

Clique e fale conosco via whats app

× Como posso te ajudar?