O diesel e suas características no cenário brasileiro - Royal FIC

o-diesel-e-suas-caracteristicas-no-cenario-brasileiro

O diesel e suas características no cenário brasileiro

15 dezembro de 2017

Um dos mais conhecidos derivados do petróleo, o óleo diesel é um combustível líquido que tem uma composição robusta: átomos de carbono e hidrogênio (hidrocarbonetos), com cadeias de 8 a 16 carbonos, além de porções menores de nitrogênio, enxofre e oxigênio. Inflamável, tem um odor bem característico e uma coloração que pode variar do castanho ao avermelhado.

Seu nome é uma homenagem ao pesquisador que desenvolveu sua formulação, o engenheiro alemão Rudolf Diesel. Foi ele quem inventou o meio mecânico para explorar a reação química originada da mistura de óleo e do oxigênio presente no ar, produzindo, assim, uma forte explosão quando comprimida. A reação desse experimento passou a ser utilizada para gerar energia e movimentar máquinas e motores, consolidando a utilização do óleo diesel em diversos segmentos.

No Brasil, é o combustível mais usado, especialmente porque abastece frotas específicas, como os chamados motores de combustão interna e ignição por compressão. Na prática, é o que faz rodar veículos rodoviários, ferroviários e marítimos. Também é utilizado por indústrias e empresas, nos geradores de energia elétrica.

Segundo normas da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o óleo diesel é dividido em duas categorias básicas. O tipo S1800 é uso não rodoviário, com aplicação em mineração a céu aberto, transporte ferroviário e geração de energia elétrica. Já os tipos S10 e S500 são destinados para uso rodoviário, sendo veículos automotivos, máquinas agrícolas, máquinas de construção e máquinas industriais.

Sempre de olho na qualidade dos produtos oferecidos, a Royal FIC oferece o S10 para atender motores a diesel com sistema de tratamento dos gases de escape. Com ele, é possível diminuir a formação de depósitos no motor, reduzir agentes contaminantes nos lubrificantes e melhorar a partida a frio. E muito importante: para o meio ambiente, o diesel S10 diminui a emissão de material particulado e de fumaça branca, em virtude da redução de enxofre em sua composição.

O S500, também como diesel comum, é outro produto disponibilizado pela Royal FIC. Nesse caso, o nome se dá pelo fato de possuir 500 mg/kg ou PPM – partes por milhão – de teor máximo de enxofre. É utilizado em veículos a diesel, fabricados antes de 2012, com motores de combustão interna e ignição por compressão, como furgões, vans, ônibus e caminhões.

Nos dois produtos, as aplicações do diesel comercializado pela Royal FIC seguem normas definidas pela ANP. E, para manter a credibilidade, a empresa mantém controle rigoroso de qualidade por meio de análises sistemáticas. Há também o acompanhamento por meio do LabFIC, o laboratório móvel que realiza análises dos combustíveis com a nossa marca.