O crescimento da produção do petróleo no Brasil - Royal FIC

o-crescimento-da-producao-do-petroleo-no-brasil

O crescimento da produção do petróleo no Brasil

02 dezembro de 2016

Nos últimos anos o Brasil vem apresentando um acelerado crescimento em sua produção de petróleo. Hoje podemos dizer que o Brasil é autossuficiente em petróleo, ou seja, produz quantidade suficiente para atender ao mercado interno, o que não ocorria há 20 anos atrás, quando a maior parte do consumo interno era oriundo de importações.

As reservas de petróleo, no Brasil, estão em campos marítimos, como exemplo as jazidas encontradas na camada do Pré-Sal, exigindo com que o país invista cada vez mais em atividades de perfuração em grandes profundidades. Conforme informações da Petrobrás, hoje a produção brasileira de petróleo gira em torno de dois milhões de barris/dia e, através destes investimentos em regiões profundas, preveem alcançar em 2021 uma produção total de 3,41 milhões de boed.

Apesar do Brasil ser autossuficiente na produção do petróleo, ainda importa-se uma pequena quantidade do produto devido questões técnicas e econômicas. Enquanto as exportações são pagas à vista, o petróleo importado é pago de forma parcelada e a prazo, proporcionando um faturamento positivo na balança comercial brasileira.

A Petrobrás realiza a produção de petróleo no Brasil em 10 bacias petrolíferas. São elas: Bacia de Campos, Bacia de Santos, Bacia do Espírito Santo, Bacia do Solimões, Bacia Potiguar, Bacia de Sergipe e Alagoas, Bacia do Recôncavo, Bacia de Camamu-Almada, Bacia do Tucano, e Bacia do Jequitinhonha. A seguir contaremos um pouco sobre cada bacia.

Bacia de Campos: Principal área sedimentar explorada na costa brasileira. Localizada em uma área de aproximadamente 100 mil quilômetros quadrados, iniciando nas imediações de Vitória (ES) até Arraial do Cabo (RJ). Nesta bacia foram testadas as principais tecnologias offshore.

Bacia de Santos: Maior bacia sedimentar do Brasil, está localizada em uma área de 350 mil quilômetros quadrados, que estende de Cabo Frio (RJ) a Florianópolis (SC). Em maio de 2009 iniciou a operação no Pré-Sal, através de um teste de longa duração no chamado Campo de Lula.

Bacia do Espírito Santo: Esta bacia é conhecida por sua diversidade. Em terra encontrou-se diversos tipos de hidrocarbonetos, como gás e óleos extrapesados.

Bacia do Solimões: Bacia localizada a 650 quilômetros de Manaus (AM), a província de Urucu é considerada um santuário ecológico. Nesta bacia produz-se óleo leve com a melhor qualidade encontrada no mercado. Para atuar nesta bacia é utilizado um conjunto de diretrizes para proteger a biodiversidade encontrada nesta região.

Bacia Potiguar: Bacia localizada na região do Rio Grande do Norte e Ceará, com águas rasas e terrestres, está entre as maiores produtoras de petróleo onshore no Brasil.
Bacia de Sergipe e Alagoas: Nesta bacia o Brasil tornou-se referência na produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas devido ao trabalho pioneiro feito no campo de Guaricema.

Bacias do Tucano, Recôncavo, Camamu-Almada e Jequitinhonha: Bacias localizadas em uma região de 135.400 quilômetros quadrados, explorada desde os anos 1940, ao contrário do que se pensa, o óleo e gás natural estão longe de se esgotar. O volume do reservatório ainda é maior do volume já produzido.

Fontes: Petrobrás e Mundo Educação