Como obter o melhor desempenho dos freios ABS - Royal FIC

Como obter o melhor desempenho dos freios ABS

01 junho de 2018

Os freios ABS são obrigatórios* - e item de fábrica - em todo carro nacional produzido a partir de 2014 (ano em que também entrou em vigor a exigência dos airbags frontais**). O sistema de freios ABS (Anti-lock Breaking System) evita o travamento das rodas quando é necessário frear bruscamente, garantindo que o motorista mantenha o controle do veículo e possa até mudar de direção para desviar de um obstáculo. Mas será que você sabe como tirar o melhor proveito dele?

Em primeiro lugar, é bom lembrar que embora o sistema permita ao condutor manter maior controle do carro e até reduzir a extensão da parada em cerca de 20%, em comparação ao freio a disco, ele não tem superpoderes, ou seja, a capacidade de parada continua limitada à potência dos freios e à aderência dos pneus.

TENDO ESCLARECIDO ESSA QUESTÃO, VAMOS ÀS DICAS:

Um ponto importante para o obter o melhor desempenho dos freios ABS é saber que eles precisam ser acionados com empenho. Tem que pisar forte e manter a pressão, principalmente quando o pedal começar a vibrar, porque é nesse momento que o sistema ABS entra em ação. Ele possui sensores que analisam a rotação de cada roda, de forma individual, possibilitando o aumento e a redução da força de frenagem sobre elas, várias vezes por segundo, permitindo, dessa forma, que as rodas não travem em condições adversas, como em pista molhada ou escorregadia.

No Estados Unidos se diz que é preciso memorizar os três “S” para fazer o uso correto do freio ABS: stomp = pisar com força no pedal; stay = manter a pressão no pedal, mesmo que ele pulse; e steer = esterçar o volante para desviar do obstáculo. Portanto, nunca tire o pé do pedal, para não comprometer a parada de emergência. Fica a dica!

Mas, como todo super-herói, ele também tem suas fraquezas. Pesquisas mostraram que o freio ABS tem desempenho reduzido em alguns tipos de terreno, como o cascalho solto, terrenos com ondulações, lama, areia e neve. Chega a aumentar a distância de frenagem em até 30% em relação ao freio convencional. Por isso, atenção!

Também é importante saber que os freios ABS, assim como os convencionais, podem superaquecer ou perder a eficiência quando usados várias vezes em um intervalo curto de tempo, como ao descer uma serra sem reduzir as marchas. Tome cuidado, dirija com atenção e velocidade adequada!

Lembre-se, somente o sistema ABS não é suficiente para garantir a sua segurança e a de seus passageiros. Manter sempre distância do veículo à frente, praticar a direção defensiva e ter a manutenção do carro em dia são essenciais para evitar acidentes e chegar ao destino sem nenhum sobressalto.

*Resolução CONTRAN nº 312 de 03/04/2009

**Resolução CONTRAN nº 311 de 03/04/2009 e Lei nº 11.910 de 18/03/2009





×

Olá, bem vindo(a) à Royal FIC. Como podemos te ajudar?

Clique e fale conosco via whats app

× Como posso te ajudar?