Fale conosco:
0300 210 1342
Menu
Pane seca: quais os riscos de ficar sem combustível na estrada?

Pane seca: quais os riscos de ficar sem combustível na estrada?

09 Fevereiro de 2018

Para alguns motoristas é quase um vício abastecer o veículo somente quando o ponteiro do mostrador de combustível já está na reserva. Acredite, não vale a pena correr o risco de sofrer um acidente por causa de uma pane seca (falta de combustível). É que isso pode danificar o motor e afetar o funcionamento dos freios e da direção hidráulica, sem falar na possibilidade de levar uma multa, afinal ficar no meio da estrada por pane seca significa infração média, perda de quatro pontos na carteira de habilitação e multa no valor de R$ 130,16.

Mas por que o motor pode ser danificado se o carro ficar sem gasolina? É que quando ocorre uma pane seca, a bomba de combustível superaquece, o motor desliga e interrompe o sistema de hidrovácuo dos freios, deixando o pedal rígido. Como a direção hidráulica funciona quando o motor gira uma correia para acionar a bomba hidráulica, a qual manda um fluído sob pressão para a direção, se o motor parar, a direção trava. É uma ação em cadeia que vai parecer um filme de terror se o carro estiver em movimento e você não conseguir frear ou mudar de direção.

O ideal é nunca dirigir com menos de um quarto do tanque. Se estiver na estrada e começar a ficar sem gasolina, mantenha a velocidade entre 60Km/h e 80 Km/h, evite freadas ou aceleradas bruscas e pare no posto de gasolina mais próximo.

Mas se o carro parar no meio do caminho por falta de combustível? O que fazer?

Segundo os especialistas em trânsito, a primeira medida é pensar na segurança, na sua e na dos outros motoristas. Localize o triângulo e instale o equipamento a pelos menos 30 metros da traseira do veículo (regra é 1 metro para cada quilômetro de velocidade da via). Se estiver numa rodovia, tente empurrar o carro para o acostamento ou o mais à direita possível. Depois, ligue para o seguro.

Outra opção é acionar um guincho particular ou acionar um táxi, se você estiver próximo de uma área urbana, para buscar combustível num posto, afinal a venda de gasolina avulsa é permitida, desde que sejam seguidas as normas estabelecidas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). A regra diz que os recipientes precisam ser rígidos e certificados pelo INMETRO, conforme ABNT NBR 15.594-1: 2008 e determinado pelo inciso VII, do art. 1º, da Resolução ANP nº 20, de 03/04/2014. Por isso, nada de saquinho plástico, galão sem procedência ou garrafa pet!

E para não ter dor de cabeça, se for viajar programe as paradas para abastecimento e escolha sempre combustível de qualidade, com análise adequada e certificado de procedência. Mesmo os postos chamados de bandeira branca são obrigados a informar na bomba a origem do combustível.

Lab FIC - A Royal FIC fornece combustível para diversos postos bandeira branca e possui um diferencial na hora de comprovar a qualidade do produto: o Lab FIC, laboratório móvel que tem como objetivos principais orientar proprietários, frentistas e gestores do posto sobre as análises que devem ser apresentadas ao consumidor e reforçar a qualidade do produto da Royal FIC, além de tirar dúvidas dos motoristas que utilizam o combustível comercializado pelo posto e distribuído pela empresa.



ACOMPANHE AS NOVIDADES DO ROYAL FIC